8 formas de incluir os filhos nos preparativos de Natal

Atualizado: 20 de Dez de 2019

Todo mundo sabe que final de ano é sempre uma correria e que, quando piscamos, já estamos comprando os últimos presentes de Natal e preparando os pratos para a ceia da família. Por isso, dar uma paradinha agora e respirar é essencial para manter o clima de magia entre os pequenos – afinal de contas, essa é uma data especial que merece ser celebrada nos mínimos detalhes. Para te ajudar nessa missão, reunimos 8 dicas de como você pode incluir suas crianças nos preparativos natalinos! Veja a seguir e mãos à obra!

1. Seguir o Calendário do Advento

Essa é uma ótima maneira de acalmar a ansiedade dos filhos e de criar bons momentos em família. Para quem não conhece, o Calendário do Advento vem da tradição luterana alemã como uma forma de contagem regressiva para o nascimento de Jesus. Assim, ele começa no primeiro domingo mais próximo do dia 30 de novembro (que neste ano será 1º de dezembro).

A cada dia, os pequenos abrem uma surpresa, que pode ser uma mensagem bonita ou então uma ação, como agradecer algo que aconteceu no ano ou separar um brinquedo para doar, por exemplo. Aí, sua imaginação pode correr solta, tanto no conteúdo quanto na forma do calendário.

2. Fazer enfeites criativos

Montar a árvore de Natal é sempre um evento quando se tem crianças em casa. Pensando nisso, que tal incentivar seus filhos a criarem enfeites com materiais de fácil manuseio? EVA, bolas de isopor, tinta atóxica, lantejoulas, canetinha… Com certeza eles vão amar essa atividade – que não precisa ser feita em um único dia – e vão se sentir super orgulhosos ao verem seus enfeites decorando a árvore!


3. Fazer cartões para a família

Outra forma de incentivar os pequenos a colocar a mão na massa é com cartões de Natal – e, dependendo do tamanho da criança, vale dar uma ajudinha! É legal usar fotos dos irmãos, materiais de artesanato, mensagens bonitas… O importante aqui é conversar com as crianças sobre o espírito do Natal, explicando, por exemplo, a relevância dos laços familiares e da delicadeza nas relações.


4. Participar de ações solidárias

Outra forma de trazer à tona o espírito natalino é procurar ações solidárias das quais as crianças possam participar. Nesta época do ano, muitas instituições como orfanatos, hospitais e casas de repouso organizam meios de ajudar, com visitas mais próximas do Natal ou então com uma lista de itens a serem doados, como roupa, sapato e brinquedo. Outra ação muito conhecida é a do Papai Noel dos Correios, em que se pode adotar uma ou mais cartinhas e fazer a vez de assistente do Bom Velhinho. Esse tipo de atitude é importante para que as crianças tenham uma consciência social desde pequenas, entendo o valor da solidariedade.


5. Escrever uma cartinha para o Papai Noel

Em tempos tão tecnológicos como estes, uma carta à mão ainda tem o seu valor. Se seu pequeno já sabe escrever, vale incentivá-lo a colocar no papel tudo o que quer contar ao Papai Noel – se foi uma criança levada durante o ano, se se comportou bem, se não brigou com ninguém e, claro, quais são os presentes que ele mais deseja! Depois, a imaginação pode correr solta, endereçando o envelope à Lapônia ou então entregando para o Bom Velhinho do shopping mais próximo.


6. Cozinhar em família

Toda família tem um perfume característico de Natal: o cheiro da canela, do pernil assado, daquele doce que só sua avó sabia fazer… A infância é um período em que criamos fortes memórias, e sentidos como olfato e paladar têm tudo a ver com isso. Então, que tal aproveitar esse tempinho para pesquisar receitas que os pequenos possam fazer – ou ajudar a preparar? Vai ser a maior festa!


7. Incluir os filhos nas compras

É claro que enfrentar shoppings e regiões comerciais em dezembro não é tarefa fácil para ninguém, menos ainda para crianças! Mas, se for possível, leve seu pequeno para escolher algum presente ou lembrancinha para uma pessoa especial – um avô, um irmão, a professora… Alguém por quem ele tenha carinho e entenda que, para além de simplesmente presentear, o importante é escolher com afeto, tendo o cuidado de considerar seus gostos e preferências.


8. Registrar tudo

Muitos fotógrafos de família são especialistas em ensaios temáticos e não há dúvidas de que o Natal é um dos temas mais fofos para montar cenário! Mas se o seu orçamento não permitir esse gasto, aposte no seu próprio talento, mesmo que seja com a câmera do celular. E não precisa ser nada muito rebuscado, não – fotos e vídeos das crianças ao lado da árvore, fazendo seus cartões ou embrulhando presentes já serão muito valiosas daqui uns anos, para você e para eles também.


Matéria Retirada do site: bebe.abril.com.br