O que é o processo de alfabetização infantil e como ele acontece no Sistema Positivo de Ensino?

Atualizado: Jul 7



O que é o processo de alfabetização infantil e como ele acontece no Sistema Positivo de Ensino?

De forma geral, é possível definir a alfabetização como o ensino das habilidades de leitura e escrita com base no entendimento do código alfabético. A alfabetização infantil um processo que a criança inicia na Educação Infantil, quando ela interage com o mundo por meio da linguagem oral.

Ao passo que o pequeno consegue pronunciar e dar significado para as palavras, ele começa a se abrir para as novas descobertas que a alfabetização vai proporcionar. Assim, é dado início a essa nova jornada rica e com métodos detalhados.

Mas, afinal, como acontece o processo de alfabetização infantil? Como família e escola podem acompanhar a criança nessa fase? Existem métodos e materiais que incentivam esse desenvolvimento? São essas as informações que estão compiladas neste texto.

Veja também:

  • Como se desenvolve o processo da alfabetização infantil.

  • O papel da família e da escola nessa fase.

  • Como o método de ensino do Sistema Positivo de Ensino auxilia nesse processo.

  • Como nossas escolas parceiras aplicam o método.

O processo da alfabetização infantil

Segundo Silvia Dumont, coordenadora de projetos editoriais no Sistema Positivo de Ensino, existem algumas oportunidades que a criança pode aproveitar para potencializar a alfabetização. Isso deve acontecer na fase dos 2 a 3 anos de idade. São elas:

  • Ter oportunidade de falar e perguntar.

  • Ouvir muitas histórias.

  • Socializar com outras crianças por meio de brincadeiras.

  • Manusear livros, gibis, fazendo a leitura de imagens em voz alta.

  • Registrar suas garatujas (rabiscos que as crianças fazem na tentativa de representar o mundo) livremente.

  • Participar de diferentes situações cotidianas que compreendam a linguagem escrita e a leitura.

  • Ter vivências que envolvam movimento, criatividade e interação.

Em síntese, a criança precisa passar por experiências concretas do cotidiano infantil, que compreendem o brincar, o explorar, o descobrir e o conhecer-se.

Como família e escola participam da alfabetização?

Em todos os contextos, é essencial que a criança esteja num ambiente alfabetizador, ou seja, que estimule essa descoberta.

Em casa, é possível investir na presença de livros, textos digitais, revistas infantis, etc. Isso sempre de forma lúdica e instigante.

Já na escola, a alfabetização infantil é estimulada com vivências e atividades planejadas.

“A mediação do professor é fator decisivo. O professor deve saber como as crianças aprendem a ler e a escrever, quais as fases desse desenvolvimento e como ensinar as crianças a fazer isso de modo eficaz”, explica Dumont.

Independentemente do ambiente em que a criança esteja, é sempre necessário respeitar o ritmo de aprendizagem dela. Ao mesmo tempo que estímulos e exemplos são imprescindíveis. Nesse sentido, leituras coletivas em sala de aula e família são boas práticas.

A alfabetização no Sistema Positivo de Ensino

A jornada de aprendizado, ou seja, o respeito ao tempo e à autonomia do aluno é um fator importante na metodologia interacionista, adotada pelo Sistema Positivo de Ensino.

Além disso, outros diferenciais nos materiais e nos serviços ajudam nesse processo:

  1. Ensino individualizado: incentivamos a personalização por meio de atividades que dão abertura para que as crianças se expressem de forma autônoma.

  2. Orientações: por meio do livro do professor, o docente é orientado sobre as melhores práticas para o processo de alfabetização infantil, com exemplos de dinâmicas e atividades para serem realizadas em cada etapa.

  3. Professores atualizados: os docentes das escolas conveniadas se atualizam por meio de lives e cursos. Além disso, nossa Assessoria Pedagógica oferece apoio constante para o professor tirar dúvidas ou realizar melhorias.

  4. Parceria entre família e escola: desde eventos on-line voltados para os familiares a sistema de agenda digital, nosso objetivo é facilitar a comunicação entre os responsáveis e as escolas parceiras, trazendo bons resultados para os alunos.

O que nossas escolas falam da alfabetização infantil?

Conversamos com escolas parceiras do Sistema Positivo de Ensino para compreender como é o processo de alfabetização na prática.

Para a equipe do Colégio Mater Dei, de Pato Branco (PR), a alfabetização é um momento único na vida dos alunos, no qual uma janela de oportunidades se abre.

“É um processo que deve ser com respeito às diferenças entre uma criança e outra, encantador e cheio de descobertas na vida dos alunos. Tanto o material quanto a metodologia do Sistema Positivo de Ensino nos auxiliam nesse processo alfabético. A criança adquire as competências necessárias na sua alfabetização infantil: ler, compreender e escrever com fluência.”

No Colégio Nossa Senhora Aparecida, os desafios propostos pelos materiais do Sistema Positivo de Ensino são vistos como formas de gerar reflexão nos alunos.

“Eles desenvolvem um olhar crítico sobre os diversos gêneros textuais, fazendo o uso social desses textos. Além disso, a constante formação oferecida aos professores e gestores e a facilidade de acesso aos coordenadores de área nos garantem as orientações necessárias. Assim, criança e professor conseguem ir além do que é proposto nos materiais, fazendo adaptações para cada turma.”