VOLTA ÁS AULAS COM SEGURANÇA



Ele pode ser verde , redondo , quadrado , pequeno ou grande. Durante esse longo e intenso tempo da pandemia, recebemos inúmeras perguntas sobre como o vírus é e quando tudo isso irá passar, é uma pena não poder responder a estas curiosas perguntas das crianças. Mas agora com a liberação de diversos setores a volta às aulas também vem chegando, e com ela vem uma grande preocupação, devo ou não mandar meus pequenos para a escola novamente? Se a criança estiver com algum sintoma ou for parte do grupo de risco, é recomendável mantê - los em casa, mas se estiverem bem e mostrarem interesse em voltar para a escola, por que não deixá - los voltar a sua rotina? Claro, com todos os devidos cuidados. O primeiro passo para que isso ocorra com segurança é ter uma conversa séria com as crianças, ensinando a eles alguns cuidados de higiene como : - Assim que chegar ao local, deverá lavar bem as mãos com água e sabão. - Não tocar os olhos , boca e nariz após contato com superfícies , como corrimões de

escadas e carteiras. Dê ênfase ao compartilhamento de objetos de uso pessoal,

mesmo que sejam pequenos, devemos ensiná - los a não compartilhar talheres,

alimentos e bebidas pessoais. - Ao sentir vontade de espirrar e tossir, não esquecer de cobrir a boca e o nariz com

lenço de papel descartável. - Claro, se manter bem hidratado. Tanto o ambiente escolar , quanto domiciliar deverá estar bem ventilados para que haja uma grande circulação de ar, assim será mais difícil o contágio. O papel da escola nesse momento será de aperfeiçoar sua relação com as famílias e acolher seus alunos, cuidando do seu desenvolvimento integral : corpo, mente e emoções. Pois os pequenos podem imaginar que tudo estará resolvido com a reabertura das escolas, mas a verdade é que essa volta será mais uma mudança em suas vidas. Depois de longos e intensos meses em casa, elas terão que voltar à rotina de acordar cedo, ficar parte do dia longe dos seus pais e a relacionar fisicamente com seus professores e colegas em um cenário que ainda será completamente estranho para eles, mas que exigirá muito cuidado por conta da prevenção ao vírus. Mas não seria muita informação para os pequenos? Sim e não. Sim porque elas ainda são muito pequenas para entender tudo e não, porque elas têm uma grande vantagem: a criança está em fase de desenvolvimento e por isso tem mais facilidade em adaptar-se às situações. Uma outra coisa que ajuda muito é a plasticidade cerebral que possibilita a formação de novas estruturas organizacionais em respostas as experiências que experimentamos. Com isso, concluímos que se todos tomarem os devidos cuidados, poderemos voltar com alegria e segurança a nossa rotina que tínhamos antes disso tudo acontecer.